Não vou fumar esta noite

O mundo foi invadido por zombies

Políticos burgueses em estado catatónico

Caminhando num horizonte fixo

Sem nunca mudar de curso

Não importam as consequências

 

O próximo passo pode ser um precipício

O vizinho resiliente está te a apontar

uma carabina

Se te cortaram a cabeça

Ele ainda tem o dedo no gatilho

Se a carne que queres morder te é familiar

Ele contraiu a menbrana

O pelotão de fuzilamento está pronto

Défice... orçamento... estabilidade... mercados...

Austeridade... CAAAAARRRRRNNNEEEE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

 

(zzzaaasssssssssssssssssss)

É o mundo visto da retina dos zombies

 

Os trabalhadores já não comem lentilhas

Agora... chupam os dedos

Os políticos já não chupam os dedos

Agora comem as tuas visceras

Os banqueiros já não comem visceras

Agora comem carne humana

Os generais já não comem carne humana

Agora comem carne de zombie

 

(hush little baby don't you cry)

 

Cheira a putrefacção

O cadáver ainda não tinha digerido

a última refeição

Um disparo perfura o estômago

e deixa o suco gástrico esvair-se

com um ensopado de barrego

O que é preciso é rigidez cadavérica!

Rigidez cadavérica!

Rigidez cadavérica!

tags:
publicado por Rojo às 18:38